Mentalmorfose é uma Nova Rádio Online, dedicada a uma programação independente, num contexto de partilha de conteúdos média, não descuidando o cariz artístico, cultural, social e político.

Pátio do Sanatório


Mentalmorfose Rádio

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Comunicado da Gerência

A partir de Setembro iremos proceder à renovação da grelha, e estarão de volta alguns dos nossos companheiros que já nos habituaram à sua ilustre companhia e mestria na arte das ondas webrtzianas!

Estejam atentos!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

LADO B-POLAR

No antepenúltimo Lado B-Polar desta temporada vamos ter a companhia da banda canadiana Alvvays!
Não percam, mais logo, pelas 21:30!

segunda-feira, 4 de maio de 2015

LADO B-POLAR

Esta semana, o Lado B-Polar está de volta e para darmos um pontapé no rabo da chuva que nos voltou a chatear, vamos ter como companhia os Death From Above 1979. Até mais logo, às 21:30!


segunda-feira, 20 de abril de 2015

segunda-feira, 13 de abril de 2015

LADO B-POLAR

Hoje, no Lado B-Polar estaremos na companhia dos nova-iorquinos Buke and Gase.
Não percam, mais logo, pelas 21:30!


segunda-feira, 6 de abril de 2015

LADO B-POLAR

Hoje teremos uma mini-emissão de Lado B-Polar, na companhia de banda brasileira Baleia.
Não percam, mais logo, pelas 21:30, o Lado B-Polar, na Mentalmorfose.


segunda-feira, 9 de março de 2015

LADO B-POLAR

Chegámos ao mês mais lindo do ano e para festejar, hoje teremos um programa dedicado aos The National, no LADO B-POLAR! Não percam, pelas 21:30! Até mais logo. :)

quarta-feira, 4 de março de 2015

Os Bois Pelos Nomes 03 de Março

E Para quem não nos acompanhou ontem à noite em directo, podem agora usufruir com todo o conforto de mais uma emissão de Os Bois Pelos Nomes!







quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Os Bois Pelos Nomes 17 de Fevereiro PodCast

Aqui fica a versão podcast para quem não acompanhou em directo a emissão desta semana.





Esta semana ao leme temos o Joca que nos vai tentar puxar pela língua!



Não percam, com a Mentalmorfose, a Nova Web Rádio do Pátio do Sanatório.



Podem acompanhar-nos também a partir do vosso dispositivo móvel, através da aplicação TuneIn - Mentalmorfose.



terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Bois Pelos Nomes 10 de Fevereiro

Para quem teve o desplante de ainda não ouvir a emissão da semana passada, aqui fica o Podcast de " Os Bois Pelos Nomes" de 10 de Fevereiro.





Não percam amanhã a partir das 23h, nova emissão com Joca, Mustek e Zog, onde não faltarão considerações sobre Bodigaios.





segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

LADO B-POLAR

No LADO B-POLAR desta semana, dedicamos a hora e meia de emissão à banda portuguesa Linda Martini.
Durante o programa de hoje, percorreremos os 10 anos de carreira da banda, os álbuns, os ep's e os covers que marcaram e marcam o percurso da banda de Hélio, André, Cláudia e Pedro.
Mais logo, às 21:30, LADO B-POLAR,  na Mentalmorfose.
Não percam!

                                                                                          Foto por: Paulo Segadães

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Riffservice

Não percam, todos os Domingos a partir das 22h, o melhor do Hard Rock, AOR e Southern Rock com o One aos comandos das escolhas musicais.
Rock On.

E porque o LADO B-POLAR é um programa onde importa dar a conhecer géneros e bandas menos conhecidas do meio comercial, hoje temos uma emissão totalmente dedicada à banda norte-americana Black Rebel Motorcycle Club.
Durante cerca de hora e meia, irei percorrer os 6 álbuns desta banda californiana que já passou por Portugal, em 2013.
Por isso, estacionem as motas lá fora e venham ouvir Rock n' Roll bom!

LADO B-POLAR, às 21:30, na Mentalmorfose!


sábado, 31 de janeiro de 2015

CRAZY TRAIN - VIAGEM #004

Para quem perdeu a quarta viagem do Crazy Train, aqui fica o podcast. Emissão da Radio Mentalmorfose , dia 29 de Janeiro 2015 com a realização e apresentação de Paulo Freitas Jorge. Crazy Train , uma produção da Metal Rock City que conta ainda com a parceria de Miki Productions.


http://pafjorge1969.podomatic.com/entry/2015-01-30T14_30_56-08_00

domingo, 25 de janeiro de 2015

Bois Pelos Nomes 20 de Janeiro de 2015



Já Disponível para quem não teve a oportunidade de ouvir a segunda emissão de Os Bois Pelos Nomes, edição de 20 de Janeiro de 2015.



sábado, 17 de janeiro de 2015

CRAZY TRAIN - VIAGEM N.002

     ALL ABOARD THE HEAVY METAL TRAIN      \m/




Viagem Número 002 do Crazy Train já disponível em podcast para todos aqueles que ficaram apeados ontem ou para aqueles que tendo viajado queiram repetir a experiência.

All aboard the heavy metal train !

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Bois Pelos Nomes 13 de Janeiro de 2015

E Aqui fica a primeira emissão de Os Bois Pelos Nomes, para mais tarde recordar! 
Brevemente disponível também para download. 

Não esquecer, às terças a partir das 23h, aqui na Mentalmorfose, a Nova Web Rádio de quem frequenta "No Pátio do Sanatório". 


terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Os Bois Pelos Nomes - Estreia 13 de Janeiro

Estreia hoje a partir das 23h o Bois Pelos Nomes, com a participação de Joca, Mustek e Zog_o_Parvo.

Deixo-vos para já com um cheirinho do que será esta emissão, com aquela que ´a primeira promo do programa. Espero que gostem!


segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Destaques Riffservice 2014


Esta lista é baseada apenas e só na minha opinião, não é uma tentativa de eleger os melhores álbuns lançados em 2014 é apenas e só a minha lista de destaques de 2014. A lista dos 10 preferidos vai ter um pequeno texto e a ordem é alfabética.


Accept – Blind Rage
Os Alemães Accept desde que voltaram com o vocalista Mark Tornillo acertaram sempre. Os álbuns lançados pela banda desde 2010, para mim, têm sido os melhores álbuns de Metal de cada ano e 2014 não foi excepção.
O álbum conta com músicas pesadas como “Dying Breed”, “Stampede”, “Bloodbath Mastermind”, conta também com músicas mais Hard Rock como “Dark Side Of My Heart” e “Wanna Be Free” e conta também com 2 baladas “Fall Of The Empire” e “From The Ashes We Rise”.
O álbum começa a todo o gás mas o final do álbum é mais voltado para o Hard Rock, para mim, estão aqui todos os elementos que fizeram parte da história da banda.




Edguy – Space Police: Defenders Of The Crown 

Ao longo dos últimos anos o som dos Edguy transformou-se de uma banda de Power Metal pura e dura para uma banda de Heavy Metal Tradicional com influência de Power Metal (a banda nunca perdeu totalmente a sua alma Power Metal) e da cada vez mais presente influência de Hard Rock. O álbum abre com a música “Sabre & Torch” uma excelente música que mistura o Heavy Metal Tradicional com o Power Metal característico dos primeiros álbuns dos Edguy. A música “Defenders Of The Crown” é outra que merece destaque pela mistura entre Power Metal e Heavy Metal Tradicional. Por sua vez o Hard Rock (num som bem festeiro) aparece em músicas como “Love Tyger” e a cover do Austríaco Falco (clássico da Pop dos anos 80) “Rock Me Amadeus”. As baladas aparecem com a belíssima “Alone In Myself” e com a faixa bónus “England”. Os Edguy mostram neste álbum que cresceram como banda, acredito sinceramente que a convivência de Tobias Sammet com os grandes nomes do Hard Rock e do Metal, em especial nos Avantasia, tenha contribuído para esse crescimento e para o alargamento das influências na banda.



Harem Scarem – Thirteen

Ponto prévio, os Harem Scarem nunca mais vão fazer álbuns com o ambiente e a vibe dos 2 primeiros da sua discografia (Harem Scarem e Mood Swings). Só esquecendo este pormenor poderemos analisar correctamente e sem ideias feitas a discografia posterior da banda. Os Canadianos nunca perderam a manha de fazer grandes músicas dentro do Rock mais melódico e neste álbum mostram o porquê de ainda terem uma grande legião de fãs. A banda mostra a todos que ainda sabe fazer Hard Rock, com tons modernos mas sem perder a sua essência, isto é mostrado em músicas como “Garden Of Eden”, “The Midnight Hours” e “Stardust”, já nas músicas “Live It” e “All I Need” a banda aponta numa direcção mais próxima do Classic Rock dos anos 70. Claro que um álbum de Harem Scarem não estaria completo sem baladas. Neste caso os grandes destaques são as músicas “Whatever It Takes” e “Never Say Never”. Depois de muitos anos ao sabor de álbuns irregulares, os Harem Scarem voltam a mostrar o porquê de serem sempre lembrados pelos verdadeiros fãs de Hard Rock como uma das bandas que mais lhes agrada.


H.E.A.T. – Tearing Down The Walls 
Durante a primeira década do século XXI a Escandinávia, e em particular a Suécia, foram o grande celeiro de bandas de Hard Rock. Muitas vieram e foram esquecidas mas os H.E.A.T., mesmo com a mudança de vocalista e com a saída de um dos guitarristas mostram o porquê de serem a melhor banda de Hard Rock da nova geração. Este álbum é o 4º de originais que a banda lança, o 2º de Erik Gronwall como vocalista e o 1º sem o guitarrista Dave Dalone. O álbum abre com uma das melhores músicas “Point Of No Return”, uma música forte com um refrão que entra muito fácil no cérebro e que merece ser cantado por uma multidão num estádio. O primeiro single retirado do álbum foi a 2ª música do álbum “A Shot At Redemption” uma música que mostra a banda mais pesada e com o som próximo do que se fazia no Rock Clássico dos anos 70. “We Will Never Die” é a única música do álbum que contou com Dave Dalone na sua composição e é mais um momento de puro Hard Rock. O ponto mais baixo do álbum é claramente a música “Mannequin Show”. O álbum como todo o bom álbum de Hard Rock tem também baladas “Tearing Down The Walls” e “Laughing At Tommorow” mostram o lado mais emotivo da banda. Este álbum encontra a banda numa encruzilhada musical, em 1º lugar devido às mudanças na formação e por outro lado porque a banda está a apostar num som mais Hard Rock, mais Classic Rock e a abandonar o AOR/Hard Rock Melódico que fazia nos 3 primeiros álbuns.



Mr. Big – …Stories We Could Tell 
Não estava previsto haver novo álbum de Mr. Big em 2014 mas os problemas de saúde do baterista Pat Torpey (foi-lhe diagnosticado Doença de Parkinson) forçaram a banda a uma reunião de esforços em estúdio para lançar um novo álbum enquanto Torpey ainda conseguia tocar. Pat Torpey acompanha a banda na tour, participa com a sua voz mas quem assume a bateria é Matt Starr. O som que a banda nos mostra em 2014 é a continuação da história da banda, já não temos o Hard Rock mega técnico e veloz dos primeiros álbuns mas temos uma banda de músicos portentosos que sabem dosar a sua capacidade técnica com um feeling único em bandas veteranas como os Mr. Big. É difícil destacar músicas deste álbum porque ele apresenta um nível de qualidade muito homogéneo. E como Mr. Big rima com baladas se calhar o grande destaque do álbum para mim, são as baladas “The Man Who Has Everything” e “East/West”. A voz de Eric Martin ainda brilha em estúdio nos tons altos mas dificilmente será replicada ao vivo. Os Mr. Big são mais uma banda (não são muitas) dos finais dos anos 80 que soube envelhecer, soube modificar o seu som mas ao mesmo tempo manter a sua alma e a sua relevância.

Night By Night - NxN 
Os Britânicos Night By Night são a grande surpresa de 2014. Apesar de a banda ter surgido em 2008, fundada pelo guitarrista Ben Christo e pelo baixista Jonny Thornton, eles apenas lançaram a sua estreia em termos de álbuns de originais com este “NxN”. O som da banda é um Hard Rock poderoso e virtuoso, cheio de harmonias vocais (em especial nos refrões) e de fraseados de guitarra que fazem lembrar os bons velhos tempos do Hard Rock dos anos 80. O grande destaque do álbum para mim é a música de abertura “Time To Escape” um potente petardo Hard Rock com alma dos 80s mas com som límpido à moda do novo século. Gostaria também de destacar a música “Siren” com um riff pesado e a animada “It’s Not Faith”. Como todos os álbuns de Hard Rock que se prezem “NxN” também tem um lado emocional que a banda explora com mestria na música “Everywhere Tonight”. Quem goste de Hard Rock Melódico mas ao mesmo tempo potente e comandado por riffs de guitarra poderosos tem no álbum “NxN” uma referência obrigatória de audição.




State Of Salazar – All The Way 
Os State Of Salazar surgiram em 2010 em Malmo (Suécia) e ao longo dos anos trabalharam para conseguir lançar material com qualidade. O álbum “All The Way” mostra que esse trabalho não foi em vão e que a banda vai ser um caso sério no AOR se conseguir manter a consistência de qualidade nos seus álbuns. O som é melódico e em alguns momentos pomposo, leve mas virtuoso. É clara a influência que nomes como Queen, Toto, Styx ou Journey têm no som da banda. Os teclados têm uma forte importância no andamento das músicas e deixam as guitarras brilharem mais nos solos. Várias músicas podem ser destacadas neste álbum “Eat Your Heart Out” pela classe dos arranjos (quase Pop à moda dos Toto), “Love Of My Life” pela beleza da melodia que poderia ser uma das grandes baladas de Hard Rock se fosse lançada nos 80s e por fim destaco a pomposa “Catastrophe” com as suas variações internas que a tornam quase Progressiva. Para quem gosta de Hard Rock mais pesado e com destaque apenas e só nas guitarras deve passar bem longe deste álbum mas para quem quer um som relaxante, com classe e animado os State Of Salazar vão-se tornar numa banda essencial.



Three Lions – Three Lions 
Os Three Lions são uma banda recente e estrearam-se em 2014 com álbuns de estúdio. Apesar disso a banda é composta por gente com muita tarimba no mundo do Hard Rock Melódico. Vinny Burns (ex-guitarrista dos Ten), Greg Morgan (ex-baterista dos Ten) e também o menos conhecido Nigel Bailey que além de vocalista é também o baixista da banda. O trabalho conta também com a colaboração e a produção de Alessandro Del Vecchio. O som da banda é altamente enérgico e melódico ao mesmo tempo, uma mistura do poder e do virtuosismo da guitarra de Vinny Burns misturado com a capacidade vocal e a emoção da interpretação de Nigel Bailey. O álbum começa em grande estilo com o petardo “Trouble In A Red Dress”. Outro grande destaque é a animada e emotiva “Don’t Let Me Fall” e para finalizar os destaques no que diz respeito ao Hard Rock neste álbum temos a poderosa “Hellfire Highway”. O álbum também tem várias baladas das quais destaco a poderosa “Khathmandu” com influência oriental e destaco também a belíssima “Two Hearts Beat As One” e a instrumental “Sicilian Kiss”. Para todos os fãs de Ten que sentiam falta de um trabalho de grande qualidade no que diz respeito ao Hard Rock Melódico, os Three Lions vão suprir essa necessidade e fazer felizes todos os fãs deste estilo.



Winger – Better Days Comin’ 
Quando em 1993 os Winger lançaram o álbum “Pull” mostraram que o seu som nunca mais iria ser o Hard Rock festivo e festeiro dos 2 primeiros álbuns. Quando em meados da década passada a banda se reuniu novamente mostrou em definitivo qual iria ser o seu caminho musical no futuro. Os músicos que compõem a banda são músicos de qualidade insuspeita, com muitos anos de história e de estrada que sabem muito bem o que fazem. O álbum “Better Days Comin’” é neste momento o culminar desse caminho. Em alguns momentos faz lembrar os sons mais sombrios e pesados de “Pull” e também da carreira a solo de Kip Winger. “Rat Race” é um dos grandes hinos de Hard Rock do ano de 2014 e para mim é o grande destaque do álbum. “Tin Soldiers” tem uma atmosfera meio Progressiva que me agradou bastante também (Rod Morgenstein dá um show na bateria nesta música). E como não há álbuns de Winger sem baladas neste album o grande destaque é a belíssima “Ever Wonder”, a balada “Be Who You Are, Now” também tem muita qualidade em especial graças aos arranjos e ao fabuloso solo de Reb Beach. Os Winger foram mais uma banda que souberam envelhecer, deixaram de lado o Hard Rock festeiro mas nunca deixaram de fazer música Hard Rock de Verdade de extrema qualidade.

Work Of Art – Framework 
Ao terceiro álbum (Framework) os Work Of Art mostram que não foram apenas um fogacho que surgiu e voltou a desaparecer, eles são já uma certeza no mundo do Hard Rock. Desde o primeiro álbum que a aposta da banda é feita através de melodias memoráveis, de harmonias com classe e de um ambiente sonoro alegre e emotivo. Várias músicas podem ser destacadas neste álbum, “Can’t Let Go” é uma melodia extremamente bem-feita, com arranjos cuidados, um ambiente sonoro cool, para cima, animado; “The Machine” arranca a todo o gás, com o riff a ser complementado com o trabalho melódico dos teclados. “Hold On To Love” e “Natalie” mostram que os Work Of Art também conseguem fazer belíssimas baladas. Os Work Of Art vão seguramente ser uma das bandas de Hard Rock fundadas no século XXI que mais seram lembradas e admiradas por todos os fãs do estilo.


Outros destaques:
220 Volt – Walking In Starlight
Alien – Eternity
Brother Firetribe – Diamond In The Fire Pit
Dalton – Pit Stop
Dynazty – Renatus
Gotthard – Bang!
Night Ranger – High Road
Primal Fear – Delivering The Black
Steel Panther – All You Can Eat
Unisonic – Light Of Dawn
Vega – Stereo Messiah

domingo, 11 de janeiro de 2015

Crazy Train - Viagem inaugural

Aqui está o post para todos aqueles que perderam o "Comboio" no dia 08-01-2015 às 22:00!!!
Aqui fica a viagem inaugural daquele que promete ser mais uma referência na cena hard and heavy nacional.
Atreves-te a entrar nesta viagem assombrada ?
Entra por tua conta e risco !!!!

Crazy Train - Voyage #001

Na Mentalmorfose o comboio parte sempre à hora certa !
Quintas-feiras , 22:00-24:00 !!!

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Inauguração

Novo ano, novo projecto! Uma afirmação de carácter.
É nossa pretensão a procura constante por inovar sem descuidar a produção de conteúdos  que se adequem aos gostos dos nossos ouvintes.  Música, notícias e informações, rubricas,   sátiros, novidades, conhecimento e partilha de  conteúdos, sempre com a nossa, e já habitual, boa disposição

Nova Rádio Online, dedicada a uma programação independente, num contexto de partilha de conteúdos média, não descuidando o cariz artístico, cultural, social e político.

Espero que apreciem, e todas as críticas e sugestões serão bem vindas.